Google+ Followers

domingo, 26 de maio de 2013

Significados | Símbolo da Igreja Messiânica Mundial


O símbolo da Igreja Messiânica Mundial representa a sua missão e tem a forma de uma cruz simétrica dentro de um círculo.

A cruz significa cruzamento entre horizontal e vertical. O eixo vertical representa o espírito, a atuação do fogo, a ligação do homem com seus ancestrais e Deus, a cultura oriental. O eixo horizontal representa a matéria, a atuação da água, a ligação entre os homens, a cultura ocidental.

O círculo que contém a cruz representa o mundo, onde atuam os princípios vertical e horizontal.

No centro da cruz não existe nem vertical nem horizontal, que desaparecem e se transformam num círculo que significa izunome, o equilíbrio entre horizontal, daijo, e vertical, shojo 1.

Este círculo central (amarelo) simboliza a Igreja Messiânica Mundial e a sua missão de unir as duas culturas, espiritual e material, fazendo nascer a Cultura Cruzada, ou Cultura Izunome. O anel que o envolve (vermelho) representa o mundo do dia ou mundo do Sol, e também o Japão, chamado de “o país do sol nascente”.


________________________________________________________________________________________________

1 Daijo e Shojo são termos budistas que, aliados a Izunome, de origem shinto, ilustram esses três aspectos da vida: horizontal, vertical e o equilíbrio entre ambos. Assim exemplificou Mokiti Okada: “A atividade de Daijo é semelhante a da água, que se estende perpetuamente em nível horizontal e a de Shojo é semelhante a do fogo, que, restrito, queima em profundidade e dirige suas chamas sempre para o alto. Assim, Shojo une o homem a Deus e Daijo une irmão com irmão. Até agora o Leste se manteve no nível vertical e o Oeste no nível horizontal. Os povos orientais mostram-se mais inclinados a reverenciar o culto aos ancestrais, a virtude da lealdade e a piedade filial. Por isso, mantém um estrito sistema hierárquico. No Oeste, enfatiza-se a afeição entre marido e mulher, expandindo o amor ao próximo e a toda humanidade. O Cristianismo é Daijo e, assim, difundiu-se pelo mundo inteiro. Nele se acentua a importância do amor fraterno, atividade em nível horizontal. O Budismo é Shojo; sua essência fica restrita a grupos específicos; acentua-se a importância da meditação, com o fim de alcançar a sabedoria e a auto-realização. Essa atividade é vertical profunda e dirigida para o alto e induz seus discípulos a viverem retirados do mundo. É chegado, contudo, o momento de os princípios vertical e horizontal se harmonizarem para formar a cruz equilibrada Izunome. O resultado será uma feliz união das civilizações oriental e ocidental. Só então a humanidade poderá viver o Paraíso na Terra.” Alicerce do Paraíso, vol. 1, p. 59.


Fonte: IMMB




Nenhum comentário :

Postar um comentário